Tríduo Pascal

Santuário Nossa Senhora do Amor Divino

     

       A Semana Santa foi vivida intensamente no Santuário de Nossa Senhora do Amor Divino. Desde o Domingo de Ramos, onde foi realizada a Procissão de Ramos saindo do Colégio Vicentino Padre Corrêa às 06h30 atravessando a Praça de Corrêas em direção ao Santuário para a Missa das 07h, e depois em cada Missa foi realizada também uma pequena procissão do pátio até a igreja.  A semana continuou com oração e meditação sobre o sacrifício e entrega de Jesus, através do Santo Terço, da Via Sacra e do Sermão do Encontro de Nossa Senhora das Dores com Seu Filho no caminho do Calvário. Após esses dias de preparação, o ponto alto das celebrações teve início na quinta-feira se estendendo até a noite do Sábado de Aleluia, completando assim o Tríduo Pascal. No Santuário o tríduo foi conduzido pelo pároco e reitor Monsenhor Geraldo, contando com a participação ativa dos fiéis, sobretudo os leigos envolvidos no serviço ao altar: Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão, Leitores, Ministérios de Música.


         O primeiro dia do tríduo, quinta-feira santa, foi marcado pela Missa da Ceia do Senhor, a missa do lava pés, que teve início às 20h. Durante a celebração Monsenhor Geraldo lembrava que neste dia além de instituída a Eucaristia também era celebrado o dia do padre.  Para o momento do Lava pés, Monsenhor distribuiu 12 cadeiras no corredor central da igreja e fez o convite para que 12 homens livremente ocupassem os lugares para representar cada um dos discípulos e ter os pés lavados. Imitando o gesto de Cristo, o padre então lavou e enxugou os pés de cada um dos homens e lhes deu um abraço, manifestando o amor que Cristo nos deixou.  Dando continuidade a Celebração Eucarística, Monsenhor Geraldo fez questão de que a Comunhão fosse distribuída sob as duas espécies, permitindo aos fiéis receber o Corpo e o Sangue de Cristo, o que foi repetido em todos os dias do tríduo. Ao final da Missa ocorreu o translado do Santíssimo para o salão paroquial, para que em silêncio os paroquianos fizessem a sua adoração Àquele que se entregou por nós. A vigília permaneceu até as 23h e recomeçou às 07h da manhã de sexta-feira, terminando no início da tarde, antes da celebração da Paixão.


         Na sexta-feira santa foi recordada a Paixão e Morte de Nosso Senhor, tendo início às 15h a Celebração com a prostração do sacerdote diante do altar, e a meditação do Evangelho da Paixão. Após a introdução da Cruz, os fiéis fizeram um momento de adoração ao Cristo na Cruz. A celebração terminou com a procissão do Senhor Morto pelas ruas de Corrêas.


      A manhã de sábado neste ano foi marcada pela Procissão do Silêncio, saindo às 05h do Santuário, conduzida pelo Padre Bruno, recordando principalmente o sofrimento e solidão de Nossa Senhora.


       Já durante a noite do Sábado de Aleluia, às 20h, foi celebrada a Vigília Pascal. A benção do fogo novo e a preparação do Círio foram feitas no pátio do Santuário, e antes de entrar na igreja as velas dos fiéis foram acesas no Círio Pascal.  Entrando no Santuário foi proclamada a Páscoa, foram meditadas as leituras e salmos que contam a história da Salvação e após uma breve reflexão foi entoado o hino do Glória. A celebração continuou com a renovação das promessas do batismo, a benção da água e a aspersão sobre o povo; não houve nenhum batizado nesta noite. A vigília foi encerrada com a alegria da Ressurreição, cantando “Rei da Glória”.


       No domingo de Páscoa, as missas do Santuário foram celebradas em seus horários normais, e ainda foi celebrada às 09h a já tradicional Missa das Crianças.


       Monsenhor Geraldo destacou a colaboração dos paroquianos envolvidos e a grande graça de ter vivenciado nesta Semana Santa muitos paroquianos voltando ao encontro do Senhor através do Sacramento da Confissão.

           

Santuário Nossa Senhora do Amor Divino.

Rua Vigário Corrêa, nº 195, Corrêas - Petrópolis/RJ   |   Tel.: (24) 2221-2684

Desenvolvido pela

  • Instagram - Black Circle
  • YouTube Quadrado Preto
  • Facebook quadrado preto